Medidas de preservação do Meio Ambiente são adotadas em Rio do Oeste

Nova composição do Conselho Municipal Deliberativo do Meio Ambiente está sendo trabalhada

Rio do Oeste é um município com grande potencial na agropecuária, destacando-se as produções de leite, arroz e tabaco, além da piscicultura, suinocultura, cultivo de plantas ornamentais, entre outras culturas. Atualmente muitos trabalhadores rurais estão empreendendo em outras atividades, para melhorar a renda e assim garantir a qualidade de vida e permanência na localidade de origem.

Entre as ações de proteção ao Meio Ambiente está o serviço de coleta seletiva de resíduos, contempla todo o município. “Os moradores são os responsáveis para que o serviço seja realizado com o máximo de aproveitamento”, observa o responsável pelo Departamento de Meio Ambiente, Elton Ivens de Moraes.

Uma das atividades desenvolvidas no mês de abril foi a coleta de embalagens vazias de agrotóxicos, com a aplicação do projeto da Associação das Agropecuárias da Bacia do Rio Itajaí (Aabri). “Para a logística e transporte contamos com o apoio de funcionários e veículos da prefeitura e de empresas que atuam no município, além da paróquia que cedeu o espaço das capelas nas comunidades como pontos de recolhimento e na divulgação. A divulgação foi feita também através da rádio comunitária local e som de rua”, explica o secretário de Agricultura, Dirceu Nones.

E está programado para o mês de junho a Semana de Coleta de Lixo Eletrônico. O projeto, de iniciativa da CDL, pretende recolher lâmpadas fluorescentes e aparelhos eletrônicos, exceto elétricos como chuveiros, torneiras, fornos, fogões, geladeiras e outros que não se enquadram como lixo eletrônico. “Vários outros projetos estão em andamento para a conscientização da comunidade e, principalmente, através do ensino pedagógico relacionado ao meio ambiente”, lembra Elton.

Outra tarefa que está sendo trabalhada é a nova composição do Conselho Municipal Deliberativo do Meio Ambiente (COMDEMARO), que tem como objetivo avaliar e deliberar propostas e assuntos que envolvam melhorias e correções para um meio ambiente mais saudável.

Texto: Elton Ivens de Moraes – Departamento de Meio Ambiente