Bombeiro do Alto Vale e PM da grande Florianópolis são homenageados por Deputado

foto: Paulo Cesar Santos

Foi aprovado essa semana, em Sessão Ordinária, da Alesc, duas Moções, propostas pelo Deputado Estadual, Milton Hobus (PSD). Os documentos reafirmam o reconhecimento pelos serviços prestados por dois profissionais que dedicam parte da própria vida para salvar outras.

Milton Hobus dedicou uma das moções ao soldado PM, Nasareno Luis Ferreira, do 16º Batalhão de Polícia Militar, em Palhoça. Nasareno percebeu um assalto a uma lotérica, no centro de Florianópolis e mesmo estando de folga e fora de sua área jurisdicional, empenhou-se em perseguir os suspeitos do crime, após ouvir pedidos de ajuda por conta do assalto. Conseguiu identificar os criminosos e deu voz de prisão a um dos assaltantes, recuperando o valor de R$ 13 mil, levados da lotérica. A moção foi aprovada por unanimidade pelos Deputados Estaduais, presentes em Plenário. Milton Hobus ressaltou a importância de policias como Nasareno, na corporação catarinense. “Ele estava de folga, correu risco ao ser confundido por pares de trabalho e por não estar fardado, mesmo assim cumpriu sua missão de salvar e proteger o cidadão,” disse.

A ocorrência foi registrada no dia 20 de abril, no centro de Florianópolis. Após Nasareno ter registrado o flagrante delito, outros policiais chegaram ao local para a condução do acusado, até a delegacia de polícia para o registro da prisão.

Milton Hobus também ofereceu manifestação de aplausos ao Bombeiro Voluntário Fabrício Iaginski, de Presidente Getúlio. Iaginski auxiliou uma família no salvamento de um bebê, por telefone, após registro da criança de apenas 04 dias estar engasgada. O profissional orientou cautelosamente os pais para que procedessem conforme as orientações e a criança foi salva pela dedicação do bombeiro. Conforme Milton Hobus, além de voluntário, o voluntário, ainda tem como primórdio da atuação, o cuidado com o cidadão. “Na hora do nervosismo, muitos pais não sabem como proceder e são nessas horas que anjos da guarda, como Fabrício surgem para ajudar,” destacou.

Neste caso, o chamado pelo telefone da corporação foi registrado, no dia 02 de maio. A ocorrência foi no bairro Pinheiro. Após o atendimento prévio de Fabrício, uma viatura de socorro foi deslocada até o endereço para reforçar os atendimentos clínicos necessários ao bebê, recém-nascido.

Assessoria de Imprensa